6 de outubro de 2012

Texto


As vezes tão doce, outras vezes tão azedo. Tinha dias que era sem graça, e outros dias estava podre até demais. Mas do que adianta? Se for a sua“fruta" preferida, você não vai deixar de gostar dela por isso.