10 de novembro de 2012

Texto


A noite passada eu estava revirando umas coisas velhas dentro de uma caixa, encontrei uns cartões de aniversário,  vi vários álbuns de fotos, agendas antigas, coisas velhas que eu guardava e percebi como tanta coisa mudou. Olhei para uma foto minha quando pequena e me dei conta de que não mudou só a minha aparência, mas sim todo o meu jeito de ser e agir. Notei que os sonhos de alguns anos atrás não mais os mesmo de hoje. Olhei pra algumas fotos e vi que pessoas não estão mais na minha vida, elas se foram e até hoje não tenho explicação. Amigos, muitos espalhados por fotos e besteiras escritas em cartões, e hoje me deparo e vejo que não foram muitos que permaneceram. Observo lentamente cada mudança ocorrida na minha vida, e penso que certas coisa saíram do seu rumo, tantos pensamentos e anseios meus foram realizado e outros caíram no esquecimento. Algumas coisas que ficaram do passado me restam, mas como memórias e fotografias velhas, que hoje já estão se desbotando. Se apagando aos poucos, e desaparecendo da minha memória. Eu olho as fotos, leio os bilhetes escritos, e hoje, as pessoas que juram ficar pra sempre, se foram. E aqueles que chegaram e pareciam que não iam fazer a mínima diferença, foram os que ficaram. As vezes eu sinto falta dos antigos, mas essa saudade acaba se tornando indolor com o tempo e com tudo o que me rodeia hoje em dia. Só que me parece que nada existiu, ou que simplesmente morreu nas lembranças minhas e dos outros. Mas olhando tudo aquilo, vejo que agora posso dizer que estou sozinha. Não totalmente, porque descobri pessoas que permaneceram. Porém, eu mudei, as pessoas que estavam ao meu redor mudaram. Todos nós crescemos e nos deparamos com a realidade, que por sinal é bem mais cruel do que pensava. Todos nos que um dia fomos amigos nos separamos, nos distanciamos. E eu nem sei o porque. Se fosse de verdade ainda estariam aqui. Olhando vendo essas fotos, esses cartões tão lindos e encantadores que recebi. Mas a realidade é outra não é verdade?

via: Andreza

Um comentário: