9 de novembro de 2012

Unrevealed secrets (Segredos não revelados) 3º


3º  Capitulo Más lembranças

Era manhã e Vick estava na rua tonta e sem lembrar da noite passada. Ela estava tentando levantar quando viu uma garrafa de Vodka ao seu lado, aos poucos sua memoria foi voltando.
- Posso ajudar você moça?
- Quem é você? Vai me matar? - perguntou Vick.
- Não, eu não vou te matar, mas eu vou te levar pra casa!
-  Não! Ficou louco, você não me conhece, não sabe nada de mim.
- Sei, o bastante, não é atoa que eu to aqui pra te ajudar.
- Você lembra de alguma coisa?
- Lembro. Você brincou de saldadinho e acabou bebendo de mais.
- Como é que se brinca disso? - perguntou ela se levantando com a ajuda do moço.
- Tem certeza que você não se lembra?
Noite passada... Ei Michael, eu to animadíssima pra essa festa, quero só vê quais vão ser as bebidas. 
- O Lucas tem a fama dele por fazer a brincadeira chamada Saldadinho! Você conhece né?
- Claro que sim. Cada pessoa tem que ir falando os números em sequência e se você errar, bebe. Amo ela. Só que não é a minha preferida.
Michael parou na sua frente e perguntou: - e qual é a sua preferida?
- Você não vai ficar sabendo agora meu bem.- sorriso malicioso.
Os dois chegaram no local da festa e já entraram pegando bebida, cumprimentando o pessoal e dançando. Vick depois que pegou o seu copo de Whisky foi logo atrás do dono da festa, afinal, fazia umas duas semanas que eles estavam se pegando. 
Quando Vick encontrou Lucas ele estava quase beijando outra garota, ela não ficou nada feliz e aquela noite parecia prometer.
- Ou, ficou louca? Por incrível que pareça esse aqui já tem dona. Agora sai fora antes que eu faça você beber esse copo de Whisky por outro canto!
- Haha! Você acha que pode mandar nele né Vick? Ele ainda vai ser meu e vai ser nessa festa. - falou Kath
- Eu não to ouvindo isso. Sai logo daqui sua piranha de quinta.
- olha aqui ... - interrompeu Lucas entrando no meio das duas.
- Não quero saber de briga falou? Não agora !
- Falou Luck! - falou Vick ironicamente. 
Depois que Vick deu as costas para Lucas ela foi dançar com o primeiro garoto que ela viu pela frente. Começou a dançar como se tivesse com muito tesão. Ela descia, subia e rebolava.
- Que horas vai começar o tal do "saldadinho" Luck? Se não tiver eu mesma posso fazer a minha brincadeira e essa você conhece muito bem!
- To indo pegar a Vodka.
 Vick deu um sorriso meio "e não vai não seu idiota pra vê o que eu faço". Ela se afastou do garoto e o garoto puxou ela para continuar a dança do "acasalamento". Ela empurrou o garoto e falou:
- Sai fora seu virgem-zinho.
- Eu não sou virgem. - respondeu o garoto.
- Foda-se, você não entendeu nada, e isso faz de você um virgem!
- Vai com calma Vick. Pode ir moleque, pode deixar que ela é por minha conta agora.
- Chad? O que você tá fazendo aqui?
- Eu sou amigo do dono da festa e você devia saber disso.
Vick pegou outro Whisky e saiu andando e Chad a acompanhando.
-  Não, eu não devia saber. Afinal, a única hora que agente fica realmente juntos é quando agente tá transando.
- Sério? - perguntou Chad.
- Claro! Ou você acha que eu vou ao shopping com ele e vou apresentar ele pra minha família? Qualé Chad. Eu tenho nojo do jeito que você trata a Lana. - Vick olhou para ele e continuou a falar com um sorriso sínico no rosto.- Talvez você precise de alguém como eu pra se divertir.
- Não, eu amo a Lana.
- Você realmente acredita em amor? Você decide, tem 60 segundos, certos 1 minutos pra falar se quer se divertir comigo antes do seu amigo voltar.
- Eu não vou. Eu não quero sexo!
- Então o que você tá fazendo aqui? Aqui é tipo uma orgia, sei lá. Ah, a Lana não sabe né!
- Ele é meu amigo de longa data e eu não podia fazer uma desfeita dessa. - falou ele.
- Qual foi a desculpa?
- Não interessa. Seu namoradinho tá vindo!
- Gato, deixa eu deixar uma coisa bem clara, quem namora aqui é você e a Lana, ele é só mais um das minhas diversões. Entendido?
- Tá né. Só não exagera na brincadeira tá?
- EI GALERA A BRINCADEIRA VAI COMEÇAR! - gritou Lucas.
A brincadeira começou e a medida que a pessoa errasse a sequência dos números ela tinha que beber um copo de Vodka num só cole. As rodadas foram passando e Vick já não estava tão cociente do que estava fazendo.  
 Vick subiu em cima da mesa e começou a falar:
- Ei boys e girls, putas e putos, amantes e amores, eu queria falar que...
- VICK DESCE DAI JÁ. - gritou Lucas
- Cala a boca seu filho da mãe nojento! Kath, hoje você falou pra mim no começo da festa que ainda iria ficar com o Sr. Lucas, então, eu estou liberando ele pra você, só que depois que você provar e não gostar eu não aceito devolução falou?
- ÃN? VICK, VOCÊ NÃO TÁ FALANDO NADA COM NADA. DESCE DAI AGORA!
- Kath, se você for mulher o suficiente e tiver me ouvindo eu quero que você venha agora aqui e beije esse filho da mãe que o Chad falou que é meu "namoradinho" só que nunca vai ser sabe por que? Eu mereço coisa melhor.
Kath levantou do sofá e foi em direção ao Lucas, chegando perto dele ela olhou pra Vick e falou:
- Sabe por que eu não vou fazer isso? Por que não é esse aqui que você ama. É esse. - ela se virou e beijou Chad.
Vick encheu os olhos de água e desceu da mesa, ambas sabia que ela gostava dele. Vick foi em direção da porta e olhou pra trás, eles ainda estavam se beijando. Ela simplesmente saiu sem rumo.
Chad empurrou Kath: - você tá louca?
- Se eu beija-se o Lucas não faria diferença pra ela, mas você não. Eu realmente mexi com ela.
Vick estava tão longe da casa quanto estava longe de está sóbria. A bebida te deixa feliz por uma momento, mas no final ela sempre vai te deixar triste.
- Lembrou Vick? - perguntou Chad.
- É você Chad. Como eu não o reconheci.
- Será por que você não olhou pra mim?
- Eu queria poder esquecer essa noite!
Chad sentou-a no chão e sentou ao seu lado:- eu também queria esquecer, porém não bebi o suficiente pra esquecer.
- Se você quiser isso pode ficar só entre nós. - falou Vick
- Eu queria muito, mas... -interrompeu Vick
- Mas nada, eu não irei comentar sobre essa festa com ninguém e você não comenta com a Lana falou? Não sei qual foi a mentira que você falou pra ela, mas enfim.
- Valeu Vick.
- Tá!
Chad chegou mais perto dela e abraçou-a, ele não fazia sentido o quão aquilo era especial pra ela naquele momento. 


   



Nenhum comentário:

Postar um comentário