8 de janeiro de 2013

Entre Amigas: Amor e amizade


Amigos. Dizem que homens e mulheres não podem ser amigos, que nunca os são de verdade, sempre há segundas intenções perambulando na mente de um deles. Acreditei o contrário. Achei que era possível. A dor do esquecimento marca no meu peito até hoje. Amigos que confundem sentimentos, que se envolvem sem que o outro saiba. Triste realidade dos fatos, como li em algum lugar uma vez no passado próximo, “Dar amizade à quem quer amor é como dar pão à quem tem sede.” Inevitavelmente o fim disso já sabemos. Dois corações sangrando lágrimas de saudades e incompreensão regidos por uma mente confusa e frustrada. Pior de tudo é tentar por essa dor na balança. Quem mais chora? O que se afastou ou o que foi afastado? O que amou sem ser amado ou o que foi esquecido por necessidade? Quase iguais, acredito eu. Uma pena ter de presenciar o lento congelamento de corações tão dispostos. Pena ver toda a capacidade de um relacionamento escoando pelo seus dedos. Uma grande, incontrolável, inevitável pena.

O texto foi enviado pela Yolanda (só continua o nome dela no e-mail). Quer o seu texto/história ou desabafo aqui? Então mande aqui! Não esqueça de preencher todos os campos. Em até 5 dias o seu texto/história ou desabafo será publicado aqui.

2 comentários:

  1. Anônimo9.1.13

    A verdade é q os dois sofrem

    ResponderExcluir
  2. Anônimo11.1.13

    Ambos sofrem

    ResponderExcluir